Saiba como usar energia limpa para reduzir sua conta de energia elétrica

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Energia solar fotovoltaica pode reduzir a conta de luz em até 95%. Leia matéria original aqui.

Instalação de sistema solar fotovoltaico na fábrica da Nugali Chocolates.

Você deve ter reparado que a conta de luz aumentou no último mês. Infelizmente, se você é um consumidor comum, em 2021, os valores devem permanecer altos. Isso porque a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu elevar a tarifa de transmissão de energia para o ciclo 2020-2021.

Porém, há uma forma de você ter mais economia e autonomia, optando por utilizar a energia solar fotovoltaica para geração de energia. Usar a luz do sol para, por meio do efeito fotovoltaico, produzir eletricidade permite ter tanto em casa quanto em empresas uma fonte de energia limpa e renovável, além de mais barata.

Para Thomas Knoch, sócio-diretor da Solar Vale, empresa especializada em energia fotovoltaica, sediada em Santa Catarina, além da possibilidade de redução dos gastos com a conta de energia, com a energia solar fotovoltaica, as empresas também têm outras vantagens.

“A produção de CO2 reduzida anualmente, também se torna uma possibilidade de marketing positivo para as indústrias e comércios que optam por atitudes sustentáveis. Tudo isso sem contar o impacto positivo que utilizar fontes de energia limpas causa em todo o nosso meio ambiente”, afirma Thomas.

Custo-benefício da energia solar fotovoltaica

Se você ficou curioso para saber mais sobre o custo-benefício para implantar um sistema de energia solar fotovoltaica, Marcos Almeida, sócio de Thomas na Solar Vale, revela que, de maneira geral, os projetos têm um tempo de retorno de investimento de 3 a 7 anos. Como os sistemas, geralmente, têm garantia de 25 anos e vida útil estimada de 35 anos, torna-se um investimento altamente rentável.

Marcos Almeida e Thomas Knoch em abertura de unidade de Brusque.

“Nossos sistemas são projetados com a intenção de que o parcelamento do financiamento seja compatível com o valor gasto em energia, o que faz com que um abata o valor do outro, fazendo com que o fluxo de caixa da pessoa ou empresa não seja afetado e, em alguns casos, o financiamento fica até mais barato do que o valor que o cliente paga para a concessionária de energia”, conta Marcos.

Pensando nesses números, há quem pense na energia solar fotovoltaica como uma forma de investimento, que valoriza imóveis e marcas. Há diversos tipos de investimentos dentro do espectro de serviços que a Solar Vale oferece. Dentre eles, se destacam as usinas para investidores, onde o cliente pode conseguir uma rentabilidade de até 2% ao mês, de uma maneira segura e com retorno imediato.

O futuro da energia solar fotovoltaica

No Brasil, existem alguns incentivos tanto para compra dos equipamentos como a isenção do ICMS, em algumas regiões do país, na aquisição do sistema fotovoltaico e também na geração de energia. Também tramitam nos órgãos responsáveis por energia no Brasil algumas mudanças na legislação para o setor, que devem contribuir positivamente para os clientes de energia fotovoltaica.

Marcos afirma que para os consumidores que já possuem o sistema instalado, continuarão a ser beneficiados caso passem a vigorar novas normas.

“Os consumidores que vierem a instalar o sistema, após a mudança na lei, entrarão na normativa nova. Isso é muito importante para boa parte dos consumidores que estão aproveitando a normativa atual para instalar o sistema fotovoltaico antes das mudanças”, revela o sócio da Solar Vale.